Artigos Pedagógicos
  Avaliação Educacional
  Escola Digital
  Educação a Distância
  Educação Inclusiva
  Educação Infantil
  Estrutura do Ensino
  Filosofia da Educação
  Jovens e Adultos
  Pedagogia Empresarial
  Outros Assuntos
 História da Educação
 Linhas Pedagógicas
 Metodologia Científica
 Projetos/Planejamento
 Biografias
 Textos dos usuários

 Listar Todas
 Por Níveis
  Educação Infantil
  Ensino Fundamental I
  Ensino Fundamental II
 Por Disciplinas
  Matemática
  Língua Portuguesa
  Ciências
  Estudos Sociais
  Língua Inglesa
  Língua Espanhola

 Jogos On-line
 Desenhos para Colorir
 Contos e Poesias

 Glossário
 Laifis de Educação
 Estatuto da Criança
 Indicação de Livros
 Links Úteis
 Publique seu Artigo
 Fale Conosco

 
Busca Geral

 

4. A solução (no meu ponto de vista)

Os Parâmetros Curriculares Nacionais são referências para os Ensinos Fundamental e Médio de todo o país. O objetivo dos PCN'S é garantir a todas as crianças e jovens brasileiros, mesmo em locais com condições socioeconômicas desfavoráveis, o direito de usufruir do conjunto de conhecimentos reconhecidos como necessários para o exercício da cidadania. Não possuem caráter de obrigatoriedade e, portanto, pressupõe-se que serão adaptados às peculiaridades locais.

Sabemos que a própria comunidade escolar de todo o país já está ciente de que os PCN'S não são uma coleção de regras que pretendem ditar o que os professores devem ou não fazer. São, isso sim, uma referência para a transformação de objetivos, conteúdos e didática do ensino.

Diante do exposto, se os PCN'S são uma referência devemos:

- estimular o racíocinio dos alunos, demonstrando os teoremas, não apenas "mostrar" as fórmulas, fazendo-os decorá-las; ou "mostrar" uma maneira de resolver problemas que apresentam um certo tipo de padrão, para eleminar de vez o ensino mecânico da Matemática.
 
- fazer contextualizações, trazendo para a sala de aula o nosso cotidiano e onde a disciplina está inserida, mostrando o porquê daquele ensino, evitando, assim, a pergunta: "Para que serve isso?".

- Incentivar os alunos a conhecerem a História da Matemática, que constitui um dos capítulos mais interessantes do conhecimento, permitindo que compreendam a origem das idéias que deram forma à nossa cultura e observar também os aspectos humanos do seu desenvolvimento: enxergar os homens que criaram essas idéias e estudar as circunstâncias em que elas se desenvolveram. A história é um valioso instrumento para o ensino/aprendizado da Matemática.

- utilizar, devido a sua importância e sempre que possível, jogos no ensino da Matemática, para que os alunos possam colocar em prática sua grande capacidade de raciocinar e capacidade de resolver situações-problemas, caracterizando objetos e buscando uma linha de resolução baseada em elucidações próprias. A proposta de um jogo em sala de aula é muito importante para o desenvolvimento social, pois existem alunos que se ?fecham?, tem vergonha de perguntar sobre determinados conteúdos, de expressar dúvidas, a Matemática se torna um problema para eles. A aplicação dos jogos em sala de aula surge como uma oportunidade de socializar os alunos, busca a cooperação mútua, participação da equipe na busca incessante de elucidar o problema proposto pelo professor.

- utilizar recursos: jornais, revistas, jogos, literatura, artes plásticas, DVD, computador, que são recursos didáticos que podem ser aplicados na educação de qualquer conteúdo matemático, por exemplo, nos jornais ou revistas podemos retirar notícias que fazem relações com conteúdos matemáticos, propondo aos alunos produção de situações problemas com base na notícia escolhida.

- abordar questões em provas que estimulem o raciocínio dos alunos, fugindo dos modelos.

Trilhando esta trajetória, acredito que estaremos no caminho certo para desenvolvermos uma Matemática prazerosa e de acordo com nossa referência: os PCN'S.


Anterior  

Curta nossa página nas redes sociais!

 

 

Mais produtos

 

Sobre Nós | Política de Privacidade | Contrato do Usuário | Anuncie | Fale Conosco

Copyright © 2008-2014 Só Pedagogia. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Grupo Virtuous.