Artigos Pedagógicos
  Avaliação Educacional
  Escola Digital
  Educação a Distância
  Educação Inclusiva
  Educação Infantil
  Estrutura do Ensino
  Filosofia da Educação
  Jovens e Adultos
  Pedagogia Empresarial
  Outros Assuntos
 História da Educação
 Linhas Pedagógicas
 Metodologia Científica
 Projetos/Planejamento
 Biografias
 Textos dos usuários

 Listar Todas
 Por Níveis
  Educação Infantil
  Ensino Fundamental I
  Ensino Fundamental II
 Por Disciplinas
  Matemática
  Língua Portuguesa
  Ciências
  Estudos Sociais
  Língua Inglesa
  Língua Espanhola

 Jogos On-line
 Desenhos para Colorir
 Contos e Poesias

 Glossário
 Laifis de Educação
 Estatuto da Criança
 Indicação de Livros
 Links Úteis
 Publique seu Artigo
 Fale Conosco

 
Busca Geral

 

A partir de 2007 trabalhando paralelamente em uma grande universidade paulista (na área de T.I.) pude contatar diversos professores ligados a pedagogia, que apesar de no meu ponto de vista ainda estarem pensando na informática de uma forma vamos dizer assim, menos modernista em relação ao ensino, me passaram uma base conceitual muito importante no que tange aos conceitos pedagógicos, ou seja, pude mesclar os conhecimentos acerca da computação com os da pedagogia podendo desta forma diferenciar o ensino da informática do que vemos em escolas profissionalizantes do ensino de informática nas escolas no âmbito educacional infantil e fundamental. Esta junção entre duas ciências é o que eu considero como informática educacional. Um profissional da área da educação e um profissional da área da computação, podendo ser ambos os profissionais a mesma pessoa (formada em uma das áreas com especialização na outra) ou profissionais diferentes trabalhando juntos. Acredito ser desta forma que a informática pode ser ensinada visando não só a estática de o professor falar e o aluno escutar mas sim na dinâmica de aluno por meio do conteúdo passado pelo professor desenvolver suas próprias observâncias do mundo digital e o que ele pode nos proporcionar. Não só aprendendo informática, mas utilizando a informática para o aprendizado das demais matérias. 

Resultados

Os resultados são notáveis, após a introdução de uma aula de informática estruturada e integrada as demais disciplinas o rendimento dos alunos é muito satisfatório. Tanto na própria aula de informática como no aprendizado das demais ciências. Aprender a usar a internet como uma poderosa ferramenta de comunicação e inclusão transforma a maneira como os alunos veem o mundo da computação. A lógica de programação atrelada à matemática cria uma motivação extra para a compreensão da matéria. 

Uso como marketing

Se levarmos em conta todas as possibilidades da informática na educação teríamos muitas e muitas páginas de conteúdo. É realmente um tema ainda muito debatido e com muitas variáveis. Mas de uma forma geral o foco de diversos profissionais da área da educação com relação à informática e o ensino são positivos. Pedagogos e licenciados em diversas áreas procuram sempre um equilíbrio entre estes conceitos, o problema está quando a escola não leva a sério esta gama de conceitos e possibilidades. As escolas públicas variam muito, mas com relação a estas é complicado, pois no projeto tudo é maravilhoso, mas na prática... Agora as particulares, muitas delas principalmente as menores (obviamente não generalizando, pois o tamanho e a localização da escola não têm relação direta com a qualidade do ensino) possuem estampado em sua propaganda "possuímos laboratório de informática", mas o que eles possuem é uma sala de jogos eletrônicos onde as crianças brincam com alguma atividade lúdica que tem muito pouco a oferecer em termos educacionais. Quando é disponível o acesso a internet eles acessam sites de jogos on-line, sites de relacionamento, redes sociais e chats. E ai vem à pergunta, o que isso ensina de relevante para um aluno nos primeiros anos do ensino fundamental?  Usar na escola, na aula de informática o mesmo que ele usa em casa não trás muitos benefícios. Certa vez uma mãe me questionou:

- Minha filha tem computador em casa, para que usar na escola também.
Sutilmente respondi:
- O que ela aprenderá na escola é importante para o aprendizado dela, os conteúdos vistos na escola são específicos e com fundamentação pedagógica. Se pensássemos desta forma ela não chegaria nem a vir à escola, pois ela tem em casa lápis, papel e lanche.

Isso ocorreu por conta de que a aluna em questão não estava gostando das aulas, visto a professora anterior trabalhar da forma citada anteriormente, a aluna jogava e nada mais. Quando implementei minha metodologia a aluna não viu mais a aula de informática como um parque, e desta forma não queria mais participar. Quem possui filhos em escolas particulares e deseja saber se o que é ensinado nas aulas de informática é de alguma valia para o conhecimento deles basta contatar a direção da escola ou o (a) professor (a) de informática e questionar sobre a metodologia e plano de aula, se não tiver a aula provavelmente não tem muitos benefícios pedagógicos. Nestes casos o fato de escola ter um laboratório de informática não passa de marketing porque se não tivesse estaria um passo atrás dos concorrentes.

Vou tentar usar um exemplo, nas minhas aulas para os primeiros anos do ensino fundamental ensino que o computador é composto por dispositivos de entrada e saída de informações quando queremos realizar uma conta enviamos as informações pelo teclado a CPU processa e o monitor exibe o resultado, ou seja, eles entendem o principio de entrada, processamento e saída. Agora se só jogarem na aula e forem perguntados qual a função do teclado a resposta será "para controlar o carrinho". E a CPU? "Para ligar o teclado". E o monitor? "para mostrar o carrinho". Existe uma boa diferença entre as metodologias e os resultados delas.

Jogos educativos

Tratei até agora basicamente do ensino fundamental, mas e o ensino infantil, crianças em idades pré-escolares não sabem ler, e ainda desenvolvem sua coordenação motora, o que é trabalhado nas aulas de informática? Basicamente na informática para crianças em idades pré-escolares é desenvolvido o trabalho de complementação as atividades em sala de aula, ou seja, o computador é uma ferramenta de apoio. As atividades desenvolvidas nesta faixa etária trabalham a psicomotricidade, na aula de informática apenas é utilizado o computador ao invés da massa de modelar, ou do giz de cera ou do papel e lápis.

Anterior   Próxima

Curta nossa página nas redes sociais!

 

 

Mais produtos

 

Sobre Nós | Política de Privacidade | Contrato do Usuário | Anuncie | Fale Conosco

Copyright © 2008-2014 Só Pedagogia. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Grupo Virtuous.