Você está em Artigos

A Importância do Método ABA na Inclusão do Aluno com TEA na Educaçao Básica

Autor: Tatiane Faria Morais, Renata Andrea Fernandes Fantacini
Data: 14/11/2019

Resumo

No âmbito da educação básica, é cada vez mais frequente a inserção de aluno com o Transtorno do Espectro Autista (TEA), por meio da inclusão.

Diante deste contexto, o conhecimento a respeito do TEA e de métodos específicos que possam auxiliar para uma aprendizagem significativa e uma real inclusão se fazem fundamentais.

Com isso, o presente estudo objetivou esclarecer a compreensão da importância do método de Análise do Comportamento Aplicada (ABA) na inclusão do aluno com TEA na educação básica. Para isso, a metodologia utilizada foi a revisão bibliográfica composta por autores e profissionais conceituados em suas áreas.

Considerando que o TEA é um transtorno repleto de singularidades, o primeiro passo da pesquisa foi trazer ao público explicações sobre o TEA e as áreas de desenvolvimento por ele afetadas. Partindo deste princípio, fora discutido sobre as orientações ao docente da sala de aula comum, e a quem lhe devia essa relação dialógica, para que o mesmo pudesse agir com mais assertividade para com o aluno com TEA, e fora debatido sobre o método ABA, o qual tem como foco a análise do comportamento.

O presente estudo evidenciou que a inclusão do aluno com TEA está acima da matrícula efetivada na educação básica. Sua realização, de fato, só é possível ocorrer com um trabalho em conjunto que traga diálogo entre a equipe gestora e os professores envolvidos com o estudante com TEA, possibilitando as trocas de informações sobre o desenvolvimento do alunado e realizando pesquisas que tragam o conhecimento do método ABA que auxilia no comportamento do aluno com TEA, para que ocorra uma aprendizagem significativa e uma real inclusão.

Palavras – Chave: TEA. Inclusão. Método ABA.

1. Introdução

Desde que a Constituição Federal de 1988 definiu a educação como um direito de todos, muitos portões se abriram também aos alunos com deficiência, em especial tratando-se dos estudantes com Transtorno do Espectro Autista (TEA), no qual, segundo o Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais (DSM-V) (APA, 2014), o autismo foi inserido.

O TEA, de acordo com a Associação Americana de Psiquiatria (APA, 2014), relata a seguinte forma a respeito de suas características.
O transtorno do espectro autista caracteriza-se por déficits persistentes na comunicação social e na interação social em múltiplos contextos, incluindo déficits na reciprocidade social, em comportamentos não verbais de comunicação usados para interação social e em habilidades para desenvolver, manter e compreender relacionamentos. Além dos déficits na comunicação social, o diagnóstico do transtorno do espectro autista requer a presença de padrões restritos e repetitivos de comportamento, interesses ou atividades. (APA. 2014, p.33).
Diante desta realidade, observou-se que é preciso dar um salto ainda mais alto. Embora a inserção do indivíduo com autismo seja uma grande conquista, a mesma por si só, não proporciona ao aluno com TEA uma aprendizagem significativa compreendendo esta como nos diz Freire (1996, p.47) "Ensinar não é transferir conhecimento, mas criar as possibilidades para a sua própria produção ou a sua construção".

E para que essa aprendizagem real aconteça, é fundamental que tomemos a ciência a respeito de métodos específicos para o público com TEA, valendo ressaltar que todo indivíduo é um ser único, e que cada um aprende de uma forma singular.

É fundamental portanto que se compreenda o transtorno do espectro autista para contribuir com seu pleno desenvolvimento, através de metodologias cientificamente comprovadas e eficazes, para que dessa forma, a inclusão social seja real, trazendo uma aprendizagem significativa e auxiliando-o a construir sua autonomia em meio a sociedade.

Pensando nisso abordaremos nesse artigo, a importância que se há, em adquirir conhecimentos acerca do método de Análise Aplicada do Comportamento (ABA) para a contribuição de uma educação com qualidade para o estudante com TEA no âmbito da educação básica, procurando dessa forma, compreender e analisar a importância do método a ser discutido, partindo do princípio do que venha a ser o Transtorno do Espectro Autista (TEA).

De modo que apresentaremos neste artigo definições e teorias desenvolvidas por autores acerca do Transtorno do Espectro Autista, Inclusão, Comportamento e o método.

  Próxima
Como referenciar: "A Importância do Método ABA na Inclusão do Aluno com TEA na Educaçao Básica" em Só Pedagogia. Virtuous Tecnologia da Informação, 2008-2019. Consultado em 06/12/2019 às 21:07. Disponível na Internet em http://www.pedagogia.com.br/artigos/metodoaba/