Você está em Artigos

O Estudo das Plantas: Como Ensinar de Forma Lúdica o Processo da Fotossíntese.

Autor: Ana Beatriz de Oliveira Costa, Marcela Morais Henriques, Isabell Theresa Neri, Renata Crislane Leal e Willames Paulo Trindade
Data: 19/02/2016

RESUMO

O presente trabalho tem o objetivo de construir conhecimentos pedagógicas sobre os processos de fotossíntese utilizando de aspectos lúdicos para facilitar a aprendizagem significativa dos alunos do 5º ano/9 do Núcleo de Aplicação da Universidade Federal do Pará (NPI) aplicado pelos graduandos do quinto semestre do curso de Pedagogia da Universidade do Estado do Pará. O projeto em questão buscou analisar a qualidade do ensino que vem sendo efetivado nas escolas públicas de Belém do Pará para enfim aprimorar os métodos de ensino já estabelecidos na escola, visando de forma qualitativa sempre o aprendizado do alunado e confiar em novas metodologias para melhorar o ensino de ciências mudando esse paradigma de ensino conteudista. Para tanto foram verificados 1250 planos de ensino no portal do professor e da quantidade verificada x dos x trabalham utilizando de aspectos lúdicos para ensinar em ciências o processo de fotossíntese.

Vislumbramos uma proposta didático-pedagógico contextualizada na filosofia humanista com a finalidade de transmitir conhecimento de forma mais interativa, tornado o aluno um sujeito ativo na ação do conhecimento utilizando de aulas passeios e das práxis pedagógicas no processo ensino-aprendizagem.

Palavras-chave: germinação, anatomia da planta, processo de fotossíntese.

INTRODUÇÃO

O estudo das plantas no contexto das ciências biológicas no ensino fundamental ainda de certa forma apresenta muitos déficits, práticas pedagógicas definidas por um método tecnicista voltada para o mercado capitalista acabam comprometendo uma reflexão ambiental por parte da sociedade. Por esse motivo, assumimos as concepções de Freinet em especial as aulas passeios na qual proporcionamos aos alunos uma capacidade de reflexão, interação com o meio.

Sendo assim, apresentamos a finalidade do artigo com as seguintes questões: as metodologias aplicadas para se ensinar em ciências os procedimentos da fotossíntese estão sendo realizadas de forma qualitativa? Se não, quais as metodologias adequadas para ensinar o processo de fotossíntese? Para respondermos essas perguntas tomamos como foco principal os planos de aula do portal do professor, para fundamentar em relação à forma que vem sendo realizado o ensino de ciências sempre no referindo tema deste trabalho.

De 1250 planos de ensino analisados utilizamos como critérios de analise: o método tradicional (embasados em livros didáticos), utilização de recursos tecnológicos (vídeos, e programas de computados) e abordagem interativa (interação aluno-professor). Sendo que 75% abordam o método tradicional, utilizando apenas de livro didáticos, 15% planos envolvendo os recursos tecnológicos utilizando de vídeos, programas em computadores, parodias, 5% utilizando abordagem interativa com os alunos e os 10% restante outros metodologias.

O estudo da fotossíntese deve ser trabalhado de forma diferenciada saindo somente dos livros didáticos e do ambiente de sala de aula.
  Próxima
Como referenciar: "O Estudo das Plantas: Como Ensinar de Forma Lúdica o Processo da Fotossíntese. " em Só Pedagogia. Virtuous Tecnologia da Informação, 2008-2019. Consultado em 07/12/2019 às 14:59. Disponível na Internet em http://www.pedagogia.com.br/artigos/o_estudo_das_plantas/