Você está em Artigos

Orientação Educacional e os Perigos da Internet e Meios Eletrônicos na Infância

Autor: Dener José Datti
Data: 26/11/2019

Resumo

Este trabalho surgiu da necessidade de analisar o papel do Orientador Educacional e os impactos desfavoráveis da internet, mídias sociais e jogos eletrônicos na formação educacional das crianças. O assunto é amplo e apesar de envolver crianças, jovens e adultos, o foco desse trabalho é com educação infantil.

Temos observado crianças que possuem grande dificuldade de se relacionar, com aspecto extremamente introspectivo, que passam horas em seus jogos eletrônicos, internet, whatsapp, entre outros. De outro lado, vemos as indústrias dos jogos eletrônicos como a Microsoft querendo introduzir jogos questionáveis em escolas, apresentando jogos eletrônicos de alfabetização infantil, como sendo uma verdadeira novidade positiva, passando-se por educativos, quando são na verdade uma grande ameaça à saúde mental e ao relacionamento humano, principalmente das crianças, onde essas indústrias cibernéticas visão apenas uma grande fonte de renda, através do vício eletrônico.

A compulsividade na internet pode levar a estados de depressão, vício, mania (doença mental) e desconexão com a realidade. Essas patologias levaram aos maiores hospitais psiquiátricos do mundo a abrirem departamentos especializados em vício em internet, como é o caso do Hospital das Clínicas em São Paulo, da Santa Casa no Rio de Janeiro e do Centro de Reabilitação em Washington.

O objetivo do trabalho é pesquisar sobre o papel do Orientador Educacional frente ao questionando do uso dos meios eletrônicos e a internet, bem como mídias sociais e jogos eletrônicos pelas crianças. Sabemos que esses meios eletrônicos apresentam um grande perigo para a educação infantil e para a sociedade em geral e que suas ações negativas já estão presentes na formação do indivíduo do século XXI, com efeitos drásticos para a saúde física e mental. A metodologia utilizada foi a pesquisa bibliográfica.

Palavras chaves: Vício. Jogos Eletrônicos. Internet. Mídias Socias. Educação Infantil. Pedagogia. Coordenação Pedagógica. Educação. Saúde. Supervisão.

1. Introdução

"Eu temo o dia em que a tecnologia ultrapasse nossa interação humana, e o mundo terá uma geração de idiotas".  Albert Einstein.

A internet vem encurtando a comunicação e a informação entre as pessoas de maneira sistemática. Porém, acontece que a vida e o conhecimento não se manifestam de maneira sistemática. Ao assistirmos uma aula presencial, conversamos, trocamos olhares, interpelamos, ouvimos a opinião dos outros, questionamos, somos interpelados, interrogados, participamos de maneira humana, ou seja, não é sistemático. Ao aprendermos vivenciando experiências, somos obrigados a dar tempo ao tempo, a controlar nossas emoções, a aprender a respeitar a si e ao próximo, a conviver em grupo, a se comunicar humanamente, a se organizar. A comunicação e a informação através da internet com certeza deixa tudo isso a desejar.

Temos visto crianças com grande isolamento e problemas de comunicação social, irritabilidade, ansiedade extrema, distúrbios de cognição, apatia, afazia, entre outros problemas, devido ao uso excessivo da internet. E quando falamos em uso excessivo, estamos falando em uma grande parte das crianças dessa nova geração.

Outras pessoas também estão sendo afetadas. O "Dr. Google" virou médico para muitos pacientes que se automedicam. Casais que se encontram para um jantar, ou pessoas em comunhão familiar que olham dezenas de vezes em seu Whatssap, Facebook e Instagram. Apesar do foco desse trabalho ser crianças, especialmente dos três aos 12 anos de idade, devemos atentar que a criança é reflexo de seu meio.

Inúmeros são os casos de crianças que fazem seus trabalhos escolares apenas usando control C e control V e sequer sabem do que se trata o assunto. É sobre esses aspectos entre outros que iremos abordar nesse trabalho. Dai a pergunta: O que o Orientador Educacional pode fazer para ajudar os estudantes da educação infantil  a brincarem mais e se afastarem dos meios eletrônicos que os isolam do mundo real?
  Próxima
Como referenciar: "Orientação Educacional e os Perigos da Internet e Meios Eletrônicos na Infância" em Só Pedagogia. Virtuous Tecnologia da Informação, 2008-2019. Consultado em 06/12/2019 às 21:09. Disponível na Internet em http://www.pedagogia.com.br/artigos/perigos_internet/