Você está em Material de apoio > Biografias

Auguste Comte

Auguste Comte nasceu em Montpellier, França, a 19 de janeiro de 1798, filho de um fiscal de impostos.

A relação familiar não era boa e contém elementos explicativos do desenvolvimento de sua vida e quem sabe até mesmo de certas orientações dadas às suas obras. Muitas vezes Comte acusava os familiares (exceto um irmão) de avareza, culpando-os por sua precária situação econômica. Os complexos laços familiares foram rompidos por Comte, mas deixaram-lhe marcas profundas.

Foi um aluno brilhante, dos estudos básicos aos superiores, com 16 anos, em 1814, ingressou na Escola Politécnica de Paris. Comte permaneceu na Escola durante dois anos e nela recebeu toda a influência do trabalho intelectual de vários cientistas.

O pensador trabalhava intensamente na criação de uma “filosofia positiva” (imposição da disciplina na escola) quando sofreu um colapso nervoso. Após sua recuperação, Comte mergulhou na redação do Curso de Filosofia Positiva, que lhe tomou 12 anos de sua vida. No ano de 1842, perdeu o cargo de pesquisador da Politécnica e começou a ser ajudado por admiradores, como John Stuart Mill. Neste mesmo ano, Comte separou-se de Caroline Massin, após 17 anos de casamento.

Comte apaixonou-se por Clotilde Vaux, que acabou falecendo no ano seguinte, vítima de tuberculose. Clotilde foi idealizada por Comte como a expressão perfeita da humanidade. O filósofo dedicou-se aos anos seguintes a escrever Sistema de Política Positiva. Em paris, no ano de 1857, morreu de câncer.

Como referenciar: "Auguste Comte" em Só Pedagogia. Virtuous Tecnologia da Informação, 2008-2019. Consultado em 26/06/2019 às 05:36. Disponível na Internet em http://www.pedagogia.com.br/biografia/auguste_comte.php